Documents

A Teia da Vida.pdf

Description
Fritjof Capra A TEIA DA VIDA UMA NOVA COMPREENSÃO CIENTÍFICA DOS SISTEMAS VIVOS Tradução NEWTON ROBERVAL EICHEMBERG EDITORA CULTRIX São Paulo Sumário Prefácio à Edição Brasileira Prefácio PARTE UM / O CONTEXTO CULTURAL CAPÍTULO l Ecologia Profunda — Um Novo Paradigma PARTE Dois / A ASCENSÃO DO PENSAMENTO SISTÊMICO CAPÍTULO 2 Das Partes para o Todo CAPÍTULO 3 Teorias Sis
Categories
Published
of 249
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Fritjof Capra  A TEIA  DA VIDA UMA NOVA COMPREENSÃO CIENTÍFICA DOS SISTEMAS VIVOS Tradução  NEWTON ROBERVAL EICHEMBERG EDITORA CULTRIX São Paulo    Sumário Prefácio à Edição Brasileira Prefácio PARTE UM / O CONTEXTO CULTURAL CAPÍTULO l Ecologia Profunda — Um Novo Paradigma PARTE Dois / A ASCENSÃO DO PENSAMENTO SISTÊMICO CAPÍTULO 2 Das Partes para o Todo CAPÍTULO 3 Teorias Sistêmicas CAPÍTULO 4 A Lógica da Mente PARTE TRÊS / AS PEÇAS DO QUEBRA-CABEÇA CAPÍTULO 5 Modelos de Auto-Organização CAPÍTULO 6 A Matemática da Complexidade PARTE QUATRO / A NATUREZA DA VIDA CAPÍTULO 7 Uma Nova Síntese CAPÍTULO 8 Estruturas Dissipativas CAPÍTULO 9 Autocriação CAPÍTULO 10 O Desdobramento da Vida CAPÍTULO 11 Criando um Mundo CAPÍTULO 12 Saber que Sabemos Epílogo: Alfabetização Ecológica Apêndice: Bateson Revisitado  Notas Bibliografia   Isto sabemos. todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família... Tudo o que acontece com a Terra, acontece com os filhos e filhas da Terra. O homem não tece a teia da vida; ele é apenas um fio. Tudo o que faz à teia, ele faz a si mesmo. - TED PERRY, inspirado no Chefe Seatle   Agradecimentos A síntese de concepções e de idéias apresentada neste livro demorou dez anos  para amadurecer. Durante esse tempo, tive a fortuna de poder discutir a maior parte das teorias e dos modelos científicos subjacentes com seus autores e com outros cientistas que trabalham nesses campos. Sou especialmente grato ã a Ilya Prigogine, por duas conversas inspiradoras, mantidas no início da década de 80, a respeito das estruturas dissipativas; ã a Francisco Varela, por explicar-me a teoria de Santiago da autopoiese e da cognição em várias horas de discussões intensivas durante um período de retiro para esqui na Suíça, e por numerosas conversas iluminadoras ao longo dos últimos dez anos, sobre a ciência cognitiva e suas aplicações; ã a Humberto Maturana, por duas estimulantes conversas, em meados da década de 80, sobre cognição e consciência; ã a Ralph Abraham, por esclarecer numerosas questões referentes à nova matemática da complexidade; ã a Lynn Margulis, por um diálogo inspirador, em 1987, a respeito da hipótese de Gaia, e por encorajar-me a publicar minha síntese, que estava então apenas emergindo; ã a James Lovelock, por uma recente discussão enriquecedora sobre um amplo espectro de idéias científicas; ã a Heinz von Foerster, por várias conversas iluminadoras sobre a história da cibernética e a srcem da concepção de auto-organização; ã a Candace Pert, por muitas discussões estimulantes a respeito de suas pesquisas sobre os peptídios; ã a Arne Naess, George Sessions, Warwick Fox e Harold Glasser, por discussões filosóficas inspiradoras, e a Douglas Tompkins, por estimular-me a me aprofundar na ecologia profunda; ã a Gail Fleischaker, por proveitosas correspondências e conversas telefônicas a respeito de vários aspectos da autopoiese; ã e a Ernest Callenbach, Ed Clark, Raymond Dassman, Leonard Duhl, Alan Miller, Stephanie Mills e John Ryan, por numerosas discussões e correspondência sobre os princípios da ecologia.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks