Books - Non-fiction

A teoria do romance - Lukács

Description
LUKÁCS, Georg. A teoria do romance: um ensaio histórico-filosófico sobre as formas da grande épica. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2000. 240 p. ISBN 85-7326-182-X
Published
of 240
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  Este livro de título simples e objetivo pode serconsiderado o mais clássico dos estudos sobre o ro­mance, gênero intimamente associado ao adven­to da era burguesa. É também a ele que o nomedo húngaro Georg Lukács ligouse de maneira pa­radoxal. Reconstituindo a sua gênese num textode 1962, Lukács explicita as duas grandes corren­tes que nortearam o estudo que empreendera meioséculo antes: “Que eu saiba,  A teoria do romance    é  a primeira obra das ciências do espírito em queos resultados da filosofia hegeliana foram aplica­dos concretamente a problemas estéticos”. A adesão ao marxismo, sob o influxo da Revo­lução Russa, levouo a distanciarse da obra escri­ta em um “estado de ânimo de permanente deses­pero com a situação mundial”. Paradoxalmente,porém, tal refutação não foi empecilho para que oseu estudo se constituísse em referência fundamen­tal para reflexões estéticas posteriores (inclusive asde inspiração marxista). Na retrospectiva de 1962,Lukács alude à situação “algo grotesca” de ver ErnstBloch reivindicar  A teoria do romance  para fazerfrente, durante a polêmica sobre o Expressionis­mo, às posições do “Georg Lukács marxista”. A estamesma obra recorre Walter Benjamin, no antoló­gico ensaio de 1936 sobre o “Narrador”, para con­trastar o romancista com aquele ancestral enraiza­do nas tradições orais e, assim, nuançar as diferen­ças no “estatuto histórico das formas artísticas”. Também para Adorno,  A teoria do romance  jamaisperdeu a validade enquanto parâmetro crítico: re­tomando, no início dos anos 50, a delimitação defunções das formas épicas proposta pelo jovem Lu­kács, Adorno desenvolve, em “A posição do narra­dor no romance contemporâneo”, a tese da neces­sária “capitulação” do romance diante do “superpoderio da realidade”, que só pode ser transformadana práxis e não mais “transfigurada na imagem”. Tais exemplos permitem remontar o fascíniodesse livro à extraordinária amplitude de sua pers  pectiva teórica, à densidade de suas formulações,ao élan  que anima cada momento de sua argumen­tação. Esta tem a sua vigamestra na categoria da“totalidade”, que aliás será redimensionada na in­flexão marxista do pensamento de Lukács, massem perder a posição fulcral. Pois o pano de fun­do dessas explanações sobre o gênero romanesco é  sempre o conceito de “épica”, referido aos ven­turosos tempos em que a vivência da totalidade sedá de forma imediata, enraizado o homem em ummundo homogêneo, fechado e, portanto, pleno desentido. Já o romance, “epopéia da era burguesa”,estaria desde o seu advento sob o signo do parado­xo: condenado à fragmentariedade e à insuficiên­cia por um substrato históricofilosófico em quea “totalidade extensiva da vida” não mais está dadade forma palpável e a “imanência do sentido à vi­da” tornouse problemática, ele não pode, por ou­tro lado, renunciar à disposição para a totalidade.Na segunda parte do livro, o leitor encontra­rá ainda um balanço da história do romance euro­peu, balizado pelas objetivações mais significativasde quatro grandes “tipos”: Dom Quixote  (“idealis­mo abstrato”),  A educação sentimental  (“romantis­mo da desilusão”), Wilhelm Meister  (“romance deeducação”) e, como fecho desse desenvolvimento, Guerra e paz  e  Ana Karenina, em que já se deli­nearia uma extrapolação das “formas sociais” daera burguesa. Para além do romance tolstoiano, ojovem Lukács aponta para um horizonte utópicoque vislumbra na obra de Dostoiévski, intuídocomo arauto de um novo mundo, que possibili­taria ao artista épico concretizar novamente a sua vocação para a totalidade.  Marcus Vinicius Mazzari   Coleção Espírito Crítico A TEORIA DOROMANCE
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks