Documents

Av 2 Processo Civil1

Description
PROCESSO CIVIL
Categories
Published
of 8
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Related Documents
Share
Transcript
  PROCESSO CIVIL11-Quanto á competência é falso armar ue! R = A AÇÃO FUNDADA EM DIREITOS REAIS SOBRE IMÓVEIS SERÁ PROPOSTA,EM REGRA, NO FORO DO DOMINCILIA DO RÉU #-$á %se a e&tin'(o )o processo sem resolu'(o )o mérito uan)o! R = O JUIZ ACOLHE A ALEGAÇÃO DE FALTA DE INTERESSE PROCESSUAL *-$iante )as asserti+as a,ai&o - o autor n(o po)e )esistir )a a'(o em .ip/teses nen.uma -ren0ncia ao )ireito )ispon+el e&i2e o consentimento )a parte contrária -a )eca)ência constata)a pelo 3ui4 le+a ao 3ul2amento )e improce)ência )o pe)i)o )oautor -conss(o )o réu le+a a ue se3a e&tinto o processo sem resolu'(o )e mérito R = APENAS A 3 5-So,re o uso )e meio eletr6nico na tramita'(o )e processos 3u)iciais  assina e aop'(o corre'(o se2un)o a lei 1151789: R = EM REGRA A PARTE SE PESSOA FISICA, DEVERÁ INFORMAR NADISTRIBUIÇÃO DA PETIÇÃO INICIAL, A SUA IDENTIFICAÇÃO NO CPF. ;-<as senten'as proferi)as pelos 3ui4a)os especiais c+eis )e ue trata a lei797787; )ispensa-se R = O RELATÓRIO :-O c/)i2o )e processo ci+il re2ulamenta como se )ará a atua'(o )as partes e )osprocura)ore em 3u4o =lém )e )ispor so,re a capaci)a)e processual e )os )e+eres )eca)a um )isciplina so,re a constitui'(o )e representante processual e su,stitui'(o)as partes e )os procura)ores = respeito )essa temática assinale a alternati+acorreta R = SUBSTITUDA PELO ESPÓLIO OU POR SEUS SUCESSORES, SUSPENDENDO!SE O PROCESSO E SENDO DEFESA A PRÁTICA DE ATOS PROCESSUAIS, SALVOATOS URGENTES A FIM DE EVITAR DANO IRREPARÁVEL. >-Com rela'(o aos su3eitos )o processo po)e-se )i4er ue! R= AS E PRESOES PARTE DA DEMANDA E PARTES DO PROCESSO SÃOSINONIMAS. ?-@rancisco propAe )eman)a pleitean)o a con)ena'(o )e Bosé e Luis ao pa2amento)e in)eni4a'(o por )anos morais ue l.e foram causa)os =p/s a cita'(o )e Bosé@rancisco in2ressou com peti'(o )esistin)o )a )eman)a em face )e Lui4 )iante )ofato )e ter inform'Aes ue este se encontra+a em situa'(o )e miséria e  )icilmenteteria ens pen.orá+eis em caso )e senten'a con)enat/ria $iante )esse reuerimento i 3ui4 )e+erá R= HOMOLOGAR A DESISTENCIA E INTIMAR O RÉU REMANECENTE PARA #UEAPRESENTE SUA RESPOSTA NO PRAZO LEGAL 1-Quan)o ao pe)i)o ue conforme arti2o pertinente )o CPC )e+e ser certo e)etrmina)o analise e 3ul2ue os itens ue se se2uem   - uan)o o autor intenta uma a'(o )e peti'(o )e .eran'a e pe)e simpelsmente ue o 3ui4 con)ene o réu e restituir-l.e os ,ens ue compAem o acr+o .ere)itário sem ue na inicial .a3a )esri'(o )e ca)a um )esses ,ens 3ustica)o-se com a impossi,ili)a)e)e in)i+i)uali4ar os ,ens ue compAem a uni+ersali)a)e )a )eman)a o autor fa4 umpe)i)o 2enérico a)miti)o na le2isla'(o pátria R= SOMENTE $ É VERDADEIRA. #- D consi)era)a inépcia )a inicial uan)o! R= CONTIVER PEDIDOS INCOMPATIVEIS ENTRE SI. *- Pe)ro preten)e mo+er a'(o )e con.ecimento para postular a con)ena'(o )e réu acumprir o,ri2a'(o )e fa4er no +alor pre+isto no contrato cele,ra)o com o réu LucianoF no +alor )e RG ?9 99999 In)iue o proce)imento e )e+e ser a)ta)o paraa menciona)a a'(o R= ORDINÁRIO. 5- Em rela'(o a peti'(o inicial no processo )e con.ecimento é falso armar R= #UANDO %INDEFERIDA, PODERÁ O AUTOR APELAR, DEVENDO O RÉU SERCIENTIFICADO PARA ACOMPANHAMENTO DO JULGAMENTO PELO TRIBUNAL. ;- So,re tutela antecipa)a po)e-se armar como +er)a)eiro R= PODE SER CONCEDIDA #UANDO UM OU MAIS DOS PEDIDOS CUMULADO,OU PARCELA DELES, MOSTRA!SE INCONTROVERSO. :- =o e&aminar uma peti'(o inicial on)e se postula a con)ena'(o )a fa4en)a p0,licaten)o como causa )e pe)ir a )iscurs(o so,re in)e+i)a co,ran'a )e tri,uto oma2istra)o ao )espac.ar a inicial po)e! é falsa a asseti+a a,ai&o R= SOMENTE E TINGUIR O PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO %%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%$!G&'()*+)  propror a'(o em face )e @la+io co,ran)o cumulati+amente )uas )i+i)assen)o uma )ecorrente )e um contrato )e compra e +en)a e a outra oriun)a )e umcontrato mutuo I)entiue R= C! SIMPLES! O in)eferimento )a peti'(o feita pelo 3ui4 resultaH R= C!  E J=$ECISKO I<ERCOLJMRI= 3! <o ue se refere aos atos processuais é correto armar H R=A!  I<ERESSE PNLICO E D QJE $ISSERE RESPEIO = C=S=E<O @ILI=KOSEP=R=KO$OS CO<BJJES CO<ERSKO $ES= E $IVMRCIO =LIE<OS E J=R$=$E E<ORES -!  <o ue se refere a cita'(o é correto armar R= D!  CI=KO D =O PELO QJ=L SE C== O RDJ OJ ERCEIRO I<ERESS=$O = BJTO = @I $E SE $E@E<$ER ! =SSI<=LE = =LER<=IV= CORRE=  PROCJR=$OR SC #997 F R= C!  = =<ECIP=KO $= JEL= E =S E$I$=S COJEL=RES POSSJE OS ESOSREQJISIOS LE=IS   /!  aria in2ressou  na +ara c+el )a comarca &U4 com uma a'(o )e responsa,ili)a)eci+il em face )e =n)ré o,ser+an)o o rito comum or)inário =n)re é re2urlamentecita)o R=A!  SE =<$RD @OR PESSO= =SOLJ=<EE I<C=P=T <KO SER C=IVEL =CI=KO @EI= PELO CORREIO 1-Bo(o ci)a)(o ,rasileiro 3unta)o compro+a)o ue é eleitor titulo eleitoral promo+ea'(o popular em face )o prefeito )o municpio & e )e seu secretario )e o,ras por)es+io )e )in.eiro )o erário pu,lico Cita)os com procura)ores )iferentes oferecem contesta'(o no pra4o pre+isto aF= contesta'(o é tempesti+a8 3ustiue,FQual a re2ra )e interpreta'(o ue +i2ora no caso concretoW Bustiue #- eral)o promo+e a'(o )e reinte2ra'(o )e posse em face )e =rnal)o Cita)o oréu no pra4o )a resposta nomeia á autoria o loco)or )i4en)o-se mero locatário)o im/+el O 3ui4 )eterminou a oiti+a )o autor e posteriomente se for o caso onomea)o O autor em peti'(o ale2a a improprie)a)e aF= nomea'(o á autoria foi a mo)ali)a)e )e inter+en'(o )e terceirocorretamnete utili4a)o pelo réuW Bustiue ,Fual mo)ali)a)e seria a)eua)a para o casoW Bustiue *- a)(o promo+e a'(o )e con.ecimento  pelo proce)imento or)inário em face)e E+a Postula na inicial a cumula'(o )os pe)i)os )e entre2a )a coisa acresci)o)e per)as e )anos ou n(o sen)o poss+el a )e+olu'(o )a coisa o +aloreui+alente )a coisa a ser apura)o atra+és )e pro+a pericial mais per)as e)anos O feito correu re2ularmente  C=SO 1;FaF Qual cumula'(o )e pe)i)os foi feita pelo autorW Bustiue R)012045 O 462*, 74 064 &7&8&4', 9): 6+4 86+6'4;<2 ))764' 26 >6)*?&:)* 486+6'4;<2 4')*74&4, 4*&@2 , CPC , 26 0)4, 7<2 0)7?21200)' 4)7?)* 2 1*&+)&*2 1)?&?2 2 6&: 14004 4 41*)8&4* 2 0)@67?21)?&?2, >6) )+ *)'4;<2 42 1*&+)&*2  060&?&*&2 POR=<O = CARACTERISTICA DA CUMULAÇÃO EVENTUAL É A SUBSIDIARIEDADE, OPEDIDO SUBSIDIÁRIO SÓ É POSSIVEL SER APRECIADO SE O PRINCIPALNÃO PUDER SER ATENDIDO. ,F ou+e )ecis(o citra-petitaW Bustiue   R)012045 C&*4!1)&4  ?)8&0<2 2+&004. D&47) ?&00) 4 ?)8&0<2 7<2 92&2+&004, 12*>6) 4 74 86+6'4;<2 4')*74&4 2 6&: 0 12?) 8278)?)* 6+1)?&?2 7<2 12?)*&4 4844* 20 ?2&0, 6+4 82&04 26 26*4. NO CASO NÃOHÁ DECISÃO CITRA!PETITA, POR#UE O JUIZ PROFERIU DECISÃO COMABSOLUTA CORRELAÇÃO COM O PEDIDO FORMULADO PELO AUTOR DAAÇÃO. 5-O ,anco carioca promo+e a'(o )e co,ran'a em face )o seu correntista =lci)es =le2a ue o seu )epositante fe4 saue )e +alor correspon)ente a c.eue )eoutrem )e+ol+i)o por insuciência )e fun)os @oi feito o c.amamento aoprocesso )o emitente )o c.eue aFD C=IVEL O C==E<O =O PROCESSO <ESE C=SOW,FQJ=L =R=TKO $O C==E<O =O PROCESSOW1-=na a3ui4ou )eman)a perante 3usti'a esta)ual )e s(o Paulo representa)a em 3u4o pelo seu a)+o2a)o Bonas inscrito na O=8RB postulan)o e+entualmentenessa comarca a co,ran'a )e uma e+entual cré)ito a seu fa+or e contra o réu =oapreciar a peti'(o inicial o 3ui4 enten)eu pela ausência )e capaci)a)epostulat/ria uma +e4 ue o referi)o a)+o2a)o nao possui inscri'(o suplementarna seccional )a O= no esta)o )e S(o Paulo = LJT $= LEI ? 79:875RX NÃO HAJA VISTA #UE O REGIDO SUPLEMENTAR É DEVIDO SE OADVOGADO JONAS TIVER MAIS DE  ANOS NO TERRITÓRIO E UM ANO. 1Y QJESKOH Bo(o e Bosé en+ol+eram-se em um aci)ente )e trZnsito +in)o a coli)ir e )erru,arum poste )e ilumina'(o p0,lica O unicpio promo+e a'(o em face )osen+ol+i)os no aci)ente )e trZnsito forman)o no p/lo passi+o um litiscons/rcioentre Bo(o e Bosé In)a2a-seHaF =2iu corretamente o autor )a a'(o )eman)an)o os en+ol+i)os no aci)ente )etrZnsitoW Bustiue R)012045 SIM, D) 482*?2 82+ 2 4*. -/, &78&02 II CPC. #UANDO OSDIREITOS OU OBRIGAÇOES DERIVAREM DE UM MESMO FUNDAMENTO DEFATO OU DE DIREITO, OU SEJA, PRESENTE A MESMA CAUSA DE PEDIRREMOTA E PRO IMA, O #UE GERA CONE ÃO, É CAUSA DE FORMAÇA DE

Mosca

Aug 3, 2017

Asocierea Risc

Aug 3, 2017
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks